4 de outubro de 2016

O Lado Bom da Vida *Matthew Quick*


"O lado bom da vida" conta a história de Pat Peoples, na verdade quem conta a história é ele mesmo, pois o livro é como se fosse um diário onde ele divide os sentimentos e acontecimentos do seu dia-a-dia. A história começa quando Pat tem alta de um hospital psiquiátrica, que ele chama de "lugar ruim", mas que ele não sabe ao certo o porque e por quanto tempo ficou lá, e acredita que foi apenas porque sua esposa Nikki achava que eles precisavam ficar um tempo separados depois do incidente, mas que vão voltar e ser felizes para sempre. Mas na verdade ele se depara com uma situação bem diferente, onde seu pai não conversa com ele, todos evitam falar no que aconteceu, e ele não sabe onde está a Nikki e porque não pode vê-la, e além de tudo vai ter que fazer terapia toda semana.


A narrativa do livro é um pouco cansativa no começo, porque a gente também não sabe o que está acontecendo, e o texto é muito repetitivo. Mas em certo ponto a historia fica tão envolvente que a gente não consegue mais largar (vou confessar que li em uns 4 dias...rsrs), principalmente quando a Tiffany entra em cena, o que deixa a história mais complexa e muito mais divertida.


Normalmente quando um livro inspira um filme, eles alteram a capa para a capa do filme, e eu costumo não gostar, se der eu vou sempre comprar com a capa original. Mas essa capa é tão amorzinho que eu nem cogitei ir atras da capa original.


E falando do filme, existe aquele cliche básico de que o livro sempre é melhor que o filme, e neste caso é a mais pura verdade. O filme foi consagrado, recebeu várias indicações e prêmios (lembra da queda da Jennifer Lawrence no Oscar?? Então, foi quando ela ganhou como melhor atriz pelo papel da Tiffany). Apesar de eu ter gostado muito do filme, o livro é infinitamente melhor.


Não quero dar spoiler, mas tem 2 coisas entre o filme e o livro que eu achei que no livro é muito melhor. 1-) O motivo pelo qual  Pat foi parar no hospital psiquiatrico só é revelado no finalzinho do livro, mas no filme, logo no começo já é revelado, acho que tirou um pouco daquele enigma que paira sobre Pat o livro todo e faz a gente ficar tentando descobrir o que realmente aconteceu; e 2-) em determinado momento do livro, a Tiffany faz o Pat participar de um concurso de dança, e que eu achei a forma retratada no livro muito mais bonita do que no filme.

Vou deixar o trailer do filme aqui embaixo, pra quem não assistiu, assista, porque vale super a pena, e se puder leia o livro também, você não vai se arrepender.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...