16 de março de 2015

TOP 10 - Games que marcaram a minha vida

Apesar de hoje não ser mais tão antenada no assunto (parei no Playstation 2), eu cresci jogando videogame, e ele fez parte de muitos momentos na minha infância e até hoje ainda faz, e porque não compartilhar e relembrar os jogos que eu mais gosto.

Esse é um post bem longo, deu trabalho, mas amei fazer....adoro relembrar!!!!

10 - Gran Turismo (PlayStation)
Esse foi um jogo revolucionário, porque saia daquele básico dos jogos de corrida, onde se cumpriam provas ou se disputava contra outro player. No Gran Turismo você tinha que aprender a pilotar, tirar habilitação pra poder competir. E isso era super legal, em algumas provas ficava dias até conseguir cumprir o trajeto da forma correta.



9 - Toe Jam & Earl (Mega Drive)
Pensa num jogo extremamente divertido numa época onde os jogos só eram legais. Toe Jam & Earl são 2 alienígenas que perdem o controle da sua nave, e ela se parte em vários pedaços, cada um em uma fase, e o objetivo dele é montar a nave e poder ir embora. Mas pra isso eles tem que enfrentar muita coisa, de ataque de moscas a terráqueos doidos andando com carrinho de supermercados. Acho que foi um dos primeiros jogos que dividia a tela em 2 pra que cada player pudesse se locomover livremente, mas eles só conseguiam passar pra próxima fase quando os 2 estivessem juntos no elevador, mas as vezes um deles cai pra fase anterior, e a gente tinha que ficar esperando o outro, e quando ficava muito tempo parado no mesmo lugar eles dormiam. Toe Jam & Earl era diversão garantida, de verdade.



8 - Bust a Move 2 (PlayStation)
Bust a Move (ou Bust a Groove, nome dado no EUA, pois existe um outro jogo com o mesmo nome, o Move era usado apenas no Japão) foi o primeiro jogo de dança que joguei. Nele você tinha que seguir os camandos que apareciam na tela para que o jogador fizesse os passos da dança, caso errasse ele também errava e se perdia na música. Vencia quem acertasse mais passos na música.



7 - Guitar Hero 3 (PlayStation 2)
No Guitar Hero você se torna o guitarrista de uma banda iniciante, que está em busca do sucesso. Podemos jogar de duas formas, com o controle Dual Shock, onde os comandos são feitos através dos botões L1, L2, R1, R2 e X; ou então na guitarra que tem as cores, verde, amarela, azul, vermelha e laranja. Eu particularmente prefiro jogar no controle, minha mão é pequena e eu me perco toda na guitarra. Eu sou viciada nesse jogo, se deixar fico horas jogando, sempre tentando melhorar minhas estrelas, e me gabo em dizer que acumulei muitas estrelas douradas no jogo (quando ganhamos 5 estrelas douradas é porque acertamos 100% das notas na música)..rsrs



6 - Unison (PlayStation 2)
Dos jogos de simulação, pra mim esse é o mais inteligente, e difícil também. Nele você é uma dançarina que aprende os passos com um instrutor, um cara black power mega engraçado, para depois se apresentar na TV com as outras 2 colegas, cada uma delas é um nível diferente (normal, hard e very hard), e as coreografias de cada uma são distintas, se complementando na apresentação. Durante as aulas aprendemos por partes, e somente quando conseguimos acertar o numero minimo de acertos que passamos para as outras partes. O mais difícil desse jogo é que ele é feito todo no comando analógico (aquelas bolinhas que existem no controle Dual Shock), durante as aulas temos a visão do analógico na tela, com o comando do professor pra podermos seguir. Porém quando vamos para a apresentação esse comando não aparece mais, e temos que lembrar toda a sequencia da coreografia, senão não passamos de fase. E é muito difícil, de verdade....eu demorei bastante pra conseguir jogar bem, mas mesmo assim nunca consegui terminar o nível Very Hard.
O vídeo que incorporei aqui está todo em inglês, mas pensa que o meu jogo é todo em japonês (inclusive as músicas em inglês estão em japonês), e é engraçadíssimo, porque o instrutor fica a todo momento dizendo o que temos que fazer, mas no meu caso é tudo em japonês...rsrs
O legal também é que as musicas do jogo são musicas de sucesso, algumas mundialmente, outras apenas no Japão, mas todas as coreografias são o mais próximo possível da original.
P.s. nesse vídeo mostra o cursor na apresentação, não sei se é montagem ou se mudaram isso no EUA, porque no meu jogo isso não aparece. Mas como foi um jogo que não fez muito sucesso, é super difícil encontrar informações sobre o jogo.



5 - Enemy Zero (Saturn)
Esse é sem duvida alguma o melhor jogo do Saturn, e na minha opinião é o melhor jogo de suspense. Ele acontece numa nave espacial, a Aki, que é invadida por um inimigo invisível, onde a unica forma de saber a localização deles é através de um ponto que apita quando ele se aproxima. No jogo somos a Laura (personagem que também estrelou um outro jogo de suspense do Saturn, o D.) e temos que enfrentar os alienígenas e salvar a nave, porém como um bom jogo de terror, a maioria morre, e de formas brutais e sanguinárias. Tem até uma cena em que pegamos o dedo cortado de uma das vitimas para poder abrir uma sala tipo cofre. Para eliminar o inimigo usamos uma arma que deve ser carregada constantemente, e os tiros tem tempo certo para serem disparados, caso contrario você não consegue mata-lo e acaba morrendo.
Novamente o meu jogo é japonês, o que no caso é quase uma relíquia, porque a caixinha é bem mais elaborada do que as que foram lançadas pelo mundo, ela é em 3D, muito legal.



4 - Alex Kidd in Miracle Word (Master System)
Alex Kidd é protagonista de vários jogos, mas o mais legal é esse, o primeiro. No jogo temos que salvar a família real, a qual Alex Kidd descobre fazer parte. Para isso temos várias fases a cumprir, e no final sempre tem o "chefão", e a forma de combate é o Jokenpô (conhecido também como pedra, papel e tesoura). Esse jogo ficou muito marcado na minha memória porque foi um dos primeiros jogos que eu joguei de verdade, entendendo como funciona. E lembro também que meu pai jogava bastante, e enquanto não fechou o jogo não sossegou. Meu pai adorava videogame, mas depois do Alex Kidd ele desencanou e quase nem jogou mais.



3 - Streets of Rage 3 (Mega Drive)
Esse era um jogo multiplayer de visão lateral e sem divisão, tínhamos que andar sempre juntos senão a tela não se mexia. Esse era um dos jogos que mais jogávamos entre meus primos, nos juntávamos em casa e passávamos o dia todo jogando. Mesmo o jogo sendo de violência, porque tínhamos que descer a porrada nos inimigos, nunca saímos na rua batendo nas pessoas, ok!!!rsrs



2 - Golden Axe 3 (Mega Drive)
Assim como no Streets of Rage, Golden Axe é um jogo multiplayer de visão lateral e sem divisão. Porém a história acontece há centenas de anos, e temos que combater um exercito a mando do Príncipe das Trevas para poder salvar o reino. Esse também era um dos jogos que mais jogávamos entre primos.



1 - Sonic The Hedgehog (Mega Drive)
Esse sempre vai ser meu jogo preferido ever....acho que foi um dos jogos que mais joguei, sou apaixonada pelo Sonic até hoje.
No jogo o Sonic, que é um porco espinho azul super rápido tem que combater o Dr. Robotinik que quer dominar tudo e com isso transforma todos os amigos do Sonic em robôs.



Extras

Foi super dificil escolher só 10 games, porque eu tenho muitos que gostava e ainda gosto, então decidi por colocar 2 extras que acho que vale super a pena.

1 - Ringside Angel (Mega Drive)
Esse foi o jogo mais diferente que joguei, ele é uma luta livre só de mulheres. Ele foi feito em homenagem a uma lutadora japonesa, a Cutie Suzuki. Esse foi um jogo que marcou muito, porque jogávamos muito, era muito divertido, mais legal do que o conhecido Street Fighter, pelo menos na minha opinião...rsrs



2 - The Sims 1 (PC)
The Sims é um jogo de simulação, onde você cria um personagem ou uma família, e nele você tem que trabalhar pra ganhar dinheiro, e poder comprar as coisas que quer; estudar e se especializar para poder ser promovido no emprego. No jogo ainda construímos e reformamos nossa casa, fazemos amigos, damos festas, namoramos, casamos, temos filhos, brigamos, fugimos de casa, e até morremos, e mais ainda o espirito pode ficar na casa assombrando a família.
The Sims é um jogo sem fim, você pode jogar a mesma história por muito tempo, pois sempre vai acontecer coisas diferentes, pois os personagens tem aspirações diferentes, e elas mudam no decorrer do jogo. E também existe os pacotes de expansões, onde vai aumentando as opções de jogo, e acrescentando itens e coisas novas a se fazer.
Vou confessar uma coisa, eu ainda amo jogar The Sims 1, não consegui ter tanto amor pelos outros The Sims.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...